20 de julho – Dia do amigo

Amigos

Amigos

“Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!” (Machado de Assis)

À todos os meus amigos, virtuais ou não… Um feliz dia do amigo… todos os dias…

Published in: on 20/07/2009 at 16:16  Comments (1)  
Tags:

Chá de sumiço

Não, não, eu não fui abduzida… Mas tive que deixar o blog um pouquinho de lado, pra me dedicar integralmente ao meu TCC… Houveram muitos acontecimentos ao mesmo tempo e uma data limite pra entrega da postagem para análise do orientador, fazer correção, arrumar o que faltava, tudo isso sem contar com alguns contratempos, como uma cirurgia meio que em cima da hora de uma das integrantes da minha equipe e um acidente envolvendo minha mãe, que por pouco não fica cega (imagine meu desespero)… Sim, Murphy deu o ar de sua graça… Mas enfim, terminamos, e todo mundo está bem, agora é só apresentar o TCC e acabou… Ufa!!! Ha, esqueci de comentar… a Tryshia já está no level 80 (uhú), treinando pra ser main-tank da guilda…

Bem, é isso… Vou aparecer mais vezes por aqui a partir de agora… Estou de volta a ativa!

Bjs e até a próxima…

Published in: on 27/06/2009 at 17:06  Deixe um comentário  
Tags: , ,

As várias faces…

Créditos: Google Imagens

Créditos: Google Imagens

Vivendo um momento “ainda tentando me encontrar neste mundo”, achei que devia de alguma forma, tentar me identificar. Sabe aquele questionamento que normalmente te fazem em uma entrevista de emprego, mas que volta e meia nós mesmos nos fazemos, que faz com que você quase volte ao útero de sua mãe tentando achar a resposta: defina você! A minha resposta, infelizmente e acredite se quiser é: não sei… E não, eu não acho que esta seja uma resposta errônea, aliás, muito pelo contrário, eu simplesmente não sei me definir… E acho bem simples pensar desta forma… E sim, é por que eu tenho em mim várias Anes ao mesmo tempo…

Sou aquela Ane guerreira, que vai atrás do que quer, que luta incansavelmente pelos seus objetivos, inabalável e inatingível, demonstrando uma força que nem eu mesma sei se tenho, que parece uma leoa quando o assunto é cuidar de quem ama. Mas também sou aquela Ane delicada e frágil, que de tão sensível falta pouco quebrar e que tem a saúde mais frágil ainda e que volta e meia necessita de colo. Sou aquela Ane que sempre soube exatamente o que quer da vida, mas também sou aquela Ane que às vezes se pergunta: será que estou no caminho certo? Sou aquela Ane que todo mundo pode contar por que sempre tem a palavra certa pra levantar qualquer amigo que esteja desanimado, mas também sou aquela que chora feito criança sem ao menos ter motivos… Sou Tryshia, gnoma warrior tank que leva muita porrada e precisa de outros seres para salvá-la, mas também sou Flyx, uma draenei priest que salva vidas, e às vezes ainda sou Annadness Galastrianna, uma deva wizard que faz o bem a qualquer custo pois ela sabe que se ela se tornar má, o destino a reservará uma punição severa. Sim, sou nerd e viciada em games. Sou aquela Ane que se não for com a fuça de uma pessoa na primeira, na segunda com certeza não será diferente, mas se for, terá uma amiga que poderá contar pra tudo nesta vida. Sou aquela Ane que sonha em ser mãe, mas que não se vê preparada pra pôr um filho no mundo, pois sabe que não suportaria se qualquer coisa de ruim acontecesse a ele. Sou aquela que chora de suspirar em frente ao computador, lendo e-mails que contam histórias que talvez nem existam de fato. Sou aquela Ane que não tem forças pra ligar a TV e ver a situação em que se encontra o mundo, que não suporta por não poder fazer muito pra ajudar e que sofre em saber que suas idéias não irão salvar o mundo em que vive. Sou aquela Ane, que ao olhar no espelho, tenta ver o que existe além daquela imagem e qual a missão dessa criatura aqui. Sou aquela Ane que vive intensamente o presente por temer o futuro. Sou brasileira, que vive num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza onde normalmente é calor, mas que ama frio e dia cinzento. Sou aquela Ane que é branca quase transparente, que tem o cabelo fino e liso com cor indefinida e olhos de três cores (azul escuro em volta, verde no meio e castanho claro quase amarelo em volta da iris) que todo mundo queria ter igual, mas que só ela sabe o quanto ardem em contato com a luz. Sou aquela que em dados momentos da vida se sente um grãozinho minúsculo de areia no meio do oceano e não raramente se sente o próprio oceano, com aquela vontade de atingir o mundo com as próprias mãos. Sou humana e não sei definir exatamente quem sou. A única coisa que sei é que não sou uma meia Ane Caroline, mas sim uma Ane inteira, cheia de defeitos e qualidades e que não quer viver uma vida pela metade. Como dizia o saudoso Chico Xavier:

“A gente pode morar numa casa mais ou menos, numa rua mais ou menos, numa cidade mais ou menos e até ter um governo mais ou menos. A gente pode dormir numa cama mais ou menos, comer um feijão mais ou menos, ter um transporte mais ou menos e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro. A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos, tudo bem! Mas o que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum: É amar mais ou menos, é sonhar mais ou menos, é ser amigo mais ou menos, é namorar mais ou menos, é ter fé mais ou menos, é acreditar mais ou menos. Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.”

Que Deus abençoe a todos.

Bjs e até a próxima…

 

Published in: on 29/05/2009 at 16:52  Comments (5)  
Tags: , ,

Anjos e Demônios

Créditos: Google Imagens

Créditos: Google Imagens

Não é nenhuma novidade o fato de eu amar o Dan Brown, tanto que já comentei isso aqui no blog. Talvez por este motivo ou talvez por saber que o novo filme com direção do Ron Howard (gênio) inspirado no romance “Anjos e Demônios” teria novamente no papel do professor Robert Langdon o melhor ator de todos os tempos ever Tom Hanks (na minha opinião, claro), eu estava louca pra ver o filme… Eu e o restante da população é fato! Queria ter ido ao cinema no fim de semana, mas quando minha amiga Simone (querida, vai fazer níver dia 24 eeeee) comentou comigo que foi no Cinemark do Park Shopping Barigui (melhor cinema no melhor shopping de Curitiba, sem discussão) e a fila pra assistir o filme era entre outras palavras quilométrica, tanto que o pessoal comprou ingresso sábado pra ver o bendito no domingo… Tive uma idéia genial, vamos ao cinema na segunda à noitinha? Não vai ter tanta gente, a galera vai estar na faculdade ou voltando do trabalho então vai estar tranquilo… Faltei aula (mea culpa) e cheguei no shopping antes do Ti pra comprar ingresso. Às 18 hs. E só tinha ingresso pra sessão de 20:30!!!!!! Como tinhamos muuuuuuuito tempo, fomos dar uma volta no shopping, ver vitrines e enfim, no horário da sessão compramos o combo 1 litro e meio de Coca+pipoca com dose extra de manteiga (amo) e entramos na sala e… lotada!!!!! Gente por todos os lados!!!!!! Apenas algumas míseras cadeiras na fila do gargarejo… Acredite se quiser, Curitiba inteira teve a mesma idéia genial que eu de ir ao cinema na segunda-feira à noite… Fazer o quê?

Massssss, mais que valeu a pena… O filme é lindo, a trilha sonora é impecável, Tom Hanks pra variar se superando a cada dia que passa, quanto mais vejo filmes dele, mais acho que ele é o melhor… Foram cortadas algumas partes do filme, por exemplo, não foi dada tanta ênfase à morte do cientista Silvano que no livro é pai da Vittoria Vettra, a mocinha do romance, mas se for levar em consideração as quase 2 horas e meia de filme, acho que isso acaba sendo irrelevante… O cenário é alucinante e quem for assistir se prepare, por que é ação do começo ao fim do filme… Na minha opinião, excelente… Claro que no livro, Dan Brown te põe no lugar dos personagens e te leva junto na história toda e nunca, jamais vou discutir aqui que prefiro mil vezes livros do que filmes, mas mesmo assim, achei o filme excelente… Pra quem curte Dan Brown e Tom Hanks, como eu, é um prato cheio e vale muito a pena o sacrifício.

Pra variar chorei (oh, novidade) nem tanto pelas cenas, mas pela trilha sonora que é linda demais… Corram pro cinema!!!!!!

Bjs e até a próxima!

Published in: on 20/05/2009 at 16:06  Comments (2)  
Tags: , , ,

Filtro Solar

Créditos: Google Imagens

Créditos: Google Imagens

“Nunca deixem de usar filtro solar
Se eu pudesse dar uma só dica sobre o futuro seria esta:
Use filtro solar.
Os benefícios a longo prazo do uso de filtro solar estão provados e comprovados pela ciência.
Já o resto dos meus conselhos não tem outra base confiável além de minha própria  experiência errante.
Mas agora eu vou compartilhar esses conselhos com vocês:
Aproveite bem, o máximo que puder o poder e a beleza da juventude, ou então esquece, você nunca vai entender mesmo o poder e a beleza da juventude até que tenham se apagado.
Mas pode crer, daqui a 20 anos você vai ver as suas fotos e perceber de um jeito que voce nem desconfia quantas, e tantas alternativas se escancaravam à sua frente e como você realmente estava com tudo em cima. Você não est gordo ou gorda.
NÃO se preocupe com o futuro, ou então preocupe-se se quiser, mas saiba que pré ocupação é tão eficaz quanto mascar chiclete pra resolver uma equação de álgebra.
As encrencas de verdade em sua vida tende a vir de coisas que nunca passaram pela sua cabeça preocupada e te pegam no ponto fraco às 4 da tarde de uma terça feira monótona.
Todo dia enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade.
Cante.
NÃO seja leviano com o coração dos outros, não ature gente de coração leviano.
Use fio dental.
NÃO perca tempo com a inveja.
Às vezes se está por cima, às vezes  por baixo.
A corrida é longa e no fim é só você contra você mesmo.
Não esqueça os elogios que receber. Esqueça as ofensas. Se conseguir isso me ensine.
Guarde as antigas cartas de amor.
Jogue fora os extratos bancários  velhos.
Estique-se.
Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.
As pessoas mais interessantes que conheço não sabiam aos 22 o que queriam fazer da vida.
Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço hoje ainda não sabem.
Tome bastante cálcio, seja cuidadoso com os joelhos você vai sentir falta deles um dia.
Talvez você case, talvez não.
Talvez tenha filhos, talvez não.
Talvez se divorcie aos 40.
Talvez dance ciranda em suas bodas de diamante.
Faça o que fizer, não se auto congratule demais, nem seja severo demais com você.
As suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo.
É assim pra todo mundo.
Desfrute de seu corpo, use-o de toda maneira que puder. Mesmo.
Não tenha medo do seu corpo ou do que as outras pessoas vão achar dele.
Ele é o mais incrível instrumento que você jamais vai possuir.
Dance, mesmo que não tenha aonde, além do seu próprio quarto.
Leia as instruções mesmo que não vá segui-las depois.
Não leia revistas de beleza elas só vão fazer você se achar feio.
Dedique-se a conhecer os seus pais.
É impossível prever quando eles terão ido embora de vez.
Seja legal com seus irmãos.
Eles são  a melhor  ponte com o seu passado e possivelmente quem vai te apoiar no futuro.
Entenda que amigos vão e vem.
Mas nunca abra mão de uns poucos e bons.
Esforce-se de verdade para diminuir as distâncias geográficas e de estilos de vida.
Porque quanto mais velho você ficar, mais vai precisar das pessoas que conheceu quando jovem.
More uma vez em Nova Iorque, mas vá embora antes de endurecer.
More uma vez no Havaí mas se mande antes de amolecer.
Viaje.
Aceite certas verdades inescapáveis:
Os preços vão subir.
Os políticos vão saracotiar.
Você também vai envelhecer.
E quando isso acontecer você vai fantasiar que quando era jovem, os preços eram razoáveis, os políticos eram decentes e as crianças respeitavam os mais velhos.
Respeite os mais velhos.
E não  espere que ninguém segure a sua barra.
Talvez você arrume uma boa aposentadoria privada.
Talvez case com um bom partido.
Mas não esqueça que  um dos dois pode de repente acabar.
Não mexa demais nos cabelos senão  quando você chegar aos  40 vai aparentar 85.
Cuidado com os conselhos que comprar, mas seja paciente com aqueles que os oferece.
Conselho é uma forma de nostalgia.
Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo, repintar as partes feias, reciclar tudo o que mais vale.
Mas no filtro solar, acredite.”

Crônica de autoria da colunista Mary Schmich, publicada em 1º de junho de 1997 e originalmente entitulada “Advice, like youth, probably just wasted on the young.” (Conselhos, assim como juventude, provavelmente desperdiçados pelos jovens).

Todo mundo pelo menos uma vez já viu este texto ou viu o videozinho no youtube (este está com a voz do Pedro Bial), mas ele é lindo e eu senti uma necessidade imensa de postá-lo aqui… Amo de paixão!!!
Bjs e até a próxima…
Published in: on 12/05/2009 at 14:29  Comments (2)  
Tags: , ,