O casamento…

Créditos: Anne Geddes

Créditos: Anne Geddes

Esse post era pra ser feito no fim de semana passada… É que no domingo, dia 05 de Abril, eu e o Ti fizemos um ano de casados. E como somos apaixonados pelo WOW resolvemos aproveitar a data e casar nosso chars lá também. Por erros seguidos do PagSeguro, nossa conta só foi liberada neste fim de semana… Então o que era pra ter acontecido no fim de semana passado acabou ficando para este.

Pedimos pra líder da guilda de brasileios que participamos, Nataliane da Chuta que eh macumba… Uma draenei paladina level 80 que pra falar a verdade é char do Fábio, uma pessoa incrível de legal que tivemos o prazer de conhecer no World Of Warcraft. Usamos roupas próprias para um casamento, a Tryshia de vestidinho branco e cabelos arrumados para a ocasião, e o Dundragon de terno… Tinha até buquê que a Nataliane me deu de presente de casamento… O resto do pessoal da guilda estava fazendo Arena e não puderam participar. Aliás, agradecimentos mais que especiais a Nataliane… Valeu!!! O local escolhido para a cerimônia, não poderia ser outro: Cathedral of light em Stormwind… E foi tão lindo e emocionante!!!!

Tryshia entrando na igreja, Dundragon a frente e Nataliane entoando a Marcha Nupcial...

Tryshia entrando na igreja, Dundragon a frente e Nataliane entoando a Marcha Nupcial...

Dundragon jurando amor eterno para Tryshia após a cerimônia...

Dundragon jurando amor eterno para Tryshia após a cerimônia...

Eu e o meu Ti, no nosso casamento, dia 05 de Abril de 2008...

Eu e o meu Ti, no nosso casamento, dia 05 de Abril de 2008...

Fizemos um monte de print, mas como a Tryshia é muito pequena, ela mal aparece nas fotinhas… E depois do casório, uma instanciazinha em Nexus na companhia da Nataliane, já que ninguém é de ferro 🙂 Brincadeiras a parte, o casamento da Tryshia e do Dundragon no Wow, além de ser um momento de descontração… foi mais um presente que nos démos de um ano de casados, já que nossa situação atual não nos permite certas regalias que havíamos planejado, enfim… E este post é mais uma homenagem para o meu Tiego

Amor, um ano já… Quanta coisa já passamos juntos… quantos momentos felizes, quantos momentos difíceis… quantos momentos em que pensamos jogar tudo para o alto… Mas o nosso amor venceu… E vai vencer sempre, por que o nosso amor é mais forte que tudo o que possa tentar nos afastar… Não vou ficar aqui falando o que você significa na minha vida por que você sabe e eu faço questão de demonstrar isso pra você o tempo todo… Obrigada por tudo. Desculpe por tudo… Que este seja apenas o primeiro de muitos anos que vamos comemorar nosso casamento… Eu te amo pra sempre… Where you go, I’ll be there lembra? Amin mela lle…

Anúncios
Published in: on 13/04/2009 at 14:51  Comments (10)  
Tags: , , ,

Wow parte 3 – Nova interface

O post de hoje é rapidão. É que troquei minha interface no WOW  e achei que ficou tão lindo que tinha que mostrar. Detalhe para o mini-mapa de sol pra combinar com o fundo do meu rodapé (marronzinho como o blog). E também, por que a Tryshia está no level 70 (Aleluia!) e daí eu pude adquirir minha primeira mount voadora… Lá se foram 900 golds 😦 mas valeu a pena… No detalhe Tryshia e o Loro gigante com bunda de tigre, hahahahahaha…

Tryshia e sua primeira mount voadora e a nova interface

Tryshia e sua primeira mount voadora e a nova interface

Ha, as novis desse fim de semana  ficarão para o próximo 😦 graças a má vontade de terceiros (leia-se Pag Seguro).

Bjs, até a próxima.

Published in: on 06/04/2009 at 12:37  Comments (3)  
Tags: , ,

Tryshia

Eu já falei da minha pequena aqui neste blog um monte de vezes e ainda vou falar muito dela… Afinal ela é minha Tryshia, a inspiração para esse blog…

A Tryshia é warrior, tank e armorsmith. Ou seja, ela própria faz a armadura que ela usa minerando metais. Por ela ser warrior e tank, essa armadura é beeeeeem pesada. E feia. Quem vê a Tryshia passeando por Azeroth não diz o quão lindinha ela é, pois ela parece uma tartaruga de tanta armadura que usa… Só pra se ter uma idéia, o Dundragon, um dos chars do Ti, é um night elf druída healer e está um level abaixo da Tryshia. A armor dele até ontém à noite era 1.829. A da Tryshia, que está, até o presente momento no level 67 🙂 é 9.678, e isso sem buff’s (magias que aumentam os status de seu char deixando ele mais forte durante um certo período). Com buff’s chega facilmente a mais de 12.000. Porém, às vezes o WOW lança uns festivais bem legais, como por exemplo o Love is in the air que foi durante o Valentine’s Day, e daí rola umas quests bem legais e o char ganha uma roupa própria do Festival. No caso da Tryshia só serve pra dar print mesmo, por que de armadura não tem nada… Mas ela fica tão bonitinha e delicadinha que nem parece a tartaruguinha de sempre, hahahaha… Daí resolvi fazer um muralzinho com “fotinhas” da minha pitoca de menininha. Ha, e ontém à noite eu e o Ti estávamos fazendo quests em Nagrand, e a Tryshia ganhou uma espada muito legal… Própria para tank, ou seja defende pra caramba, mas o mais legal de tudo… ela é rosa!!!! E brilha!!!! Coisa chique benhê… Fora que a armor dela tá meio roxinha, toda combinando, um ahazo… É uma perua essa Tryshia mesmo!!!!

Ha, e aguardem. Fim de semana que vem acontecerá o momento mais esperado da Tryshia e do Dundragon… 😉

Tryshia e suas rouptchas de gala...

Tryshia e suas rouptchas de gala...

Bjs e até a próxima…

Ha, gostaria de agradecer os coments do post anterior… Obrigada meninas… Vocês são mara…

Published in: on 28/03/2009 at 18:53  Deixe um comentário  
Tags: ,

Wow parte 2 – Tryshia

Azeroth, um mundo diferente do que vivemos… Diferente, porém não muito. Diferente por ser fantástico, com criaturas mágicas e poderes sobrenaturais. Igual, por que lá, também existem disputas de classes, de facções e acima de tudo existe a disputa pela sobrevivência. Sobrevivência essa, mantida por grandes heróis das duas maiores facções de Azeroth: a Horda e a Aliança. Mas é entre as pessoas comuns em meio a fuga dos gnomos de Gnomeregan, sua terra natal, para Ironforge, que nasce Tryshia. Mas não é entre as pessoas comuns que está o seu futuro, mas sim entre os grandes heróis desse mundo. Criada em Anvilmar, desde pequena ouvia os rumores da guerra, e sempre imaginava que um dia seria ela quem estaria à frente na batalha. Muitos foram contra sua decisão, por ela ser pequena, muito mais pequena que os anões de Dun Morogh e pensavam que ela seria por demais sensível e que não chegaria ao seu objetivo. Mas Tryshia era persistente e no seu sangue corria a força dos gnomos. O começo não foi fácil, como nenhum começo é. Por várias vezes teve que deixar sua família para trás, afinal um guerreiro não se constrói ficando em casa sem correr nenhum risco. E foi lá que ela encontrou um tutor e aprendeu a arte da guerra através do habilidoso manuseio de armas e enfim pode se tornar uma warrior, uma guerreira de Ironforge. No meio de tantas batalhas, sempre que possível, ela retornava cansada à sua querida Ironforge, para manter suas habilidades e rever seus entes queridos. Ela não imaginava quantas batalhas teria pela frente, quantos monstros imensos e maquiavélicos sedentos por sangue teria que enfrentar, quantas vezes teria que implorar ao Healer Spirit mais uma chance. No meio destas batalhas por várias vezes teve que lutar contra os seres que assim como ela estavam apenas tentando sobreviver e atingir seus objetivos, que muito provavelmente não eram os mesmos que os dela. Sempre na companhia de Dundragon, um night elfo druída que antes era apenas seu melhor amigo, com os mesmos objetivos, que tantas vezes perdeu sua vida para salvar a de Tryshia, e com ela não foi diferente. Havia um pacto entre eles que nada nem ninguém iria quebrar, uma confiança que só existe entre aqueles seres que são tão mágicos que não se importam em doar sua vida para ajudar seu semelhante. Com tanta convivência, aconteceu o inevitável, eles se apaixonaram. Um amor que nem a mudança para Outland, nem as instâncias em que se deparava com undeads assombrados em Scholomance e Stratholme feitas com a amiga Monna, uma death Knight que também é tank pôde separar. Nem a solidão que ela sentia em Lower Blackrock Spire, nem nos momentos em que se via rodeada de monstros, escorpiões e golens de pedra em Uldaman, e pensava que não seria capaz, em nenhum momento cogitou a possibilidade de desistir, afinal ela era uma guerreira e ainda o é. As coisas não mudaram muito desde o começo, em Ironforge. Pelo contrário, nos dias de hoje, as batalhas são mais ferrenhas, os monstros ainda mais terríveis, e as chances de sobrevivência ainda mais precárias. Nem toda a experiência obtida, nem toda a armor adquirida são capazes de facilitar a passagem de level, nem mesmo as batalhas já previstas e tantos golds adquiridos com o sonho de conseguir sua montaria voadora. Não, não, ela jamais irá abandonar sua gazela albina, amiga de tantas jornadas, nem os amigos que fez pelo caminho, e muito menos aqueles que de alguma forma atrapalharam a busca pelo seus objetivos, aqueles que um dia serão vingados… Porém todas essas dificuldades são apenas um treinamento para estar entre os heróis que salvarão Azeroth de sua mais mortal ameaça, The Lich King, Arthas. E desta grande batalha tirar de suas mãos amaldiçoadas a tão sonhada espada Frostmourne, destruir sua maldição e empunhá-la em prol de Azeroth e da Aliança e de todos que de alguma forma estiveram e estarão presentes na sua trajetória… Pelo menos enquanto nenhuma nova ameaça surgir para Azeroth e seus habitantes.

Mapa da querida Ironforge

Mapa da querida Ironforge

Minha pequena guerreira Tryshia, level 63

Minha pequena guerreira Tryshia, level 63

Lich King, Arthas e a tão sonhada e amaldiçoada Frostmourne

Lich King, Arthas e a tão sonhada e amaldiçoada Frostmourne

Agradecimentos especiais ao meu digníssimo Dundragon, meu lindo Tiego, que me auxiliou nas informações que por ventura eu havia esquecido. Obrigada amor…

Published in: on 16/03/2009 at 15:40  Comments (3)  
Tags: ,

WOW parte 1 – o início de tudo

Enquanto eu ainda namorava com o Tiego, dificilmente a gente brigava mas volta e meia rolava uma discussão e normalmente era por causa de um jogo de computador chamado WOW, ou World of Warcraft…

Well, well, well, vamos falar um pouquinho de WOW… Lá, você cria um personagem, entre tantos: night elfo, anão, draenei, humanos, gnomos pela aliança ou orcs, taurens, blood elfos, troll e undead pela Horda (existe uma disputa acirradíssima entre essas duas facções, depois conto). O cenário é lindo, você deixa seu personagem do jeitinho que quiser, cor e penteado dos cabelos, classe que ele vai ficar (mages, priest, warrior, druída, shamam, hunter, rogue, warlock e paladinos e agora depois da expansão os death knights) cada um com sua especialidade num reino chamado Azeroth, e tem que fazer quests, muitas quests pra passar de level… E também tem as profissões que você escolhe pra fazer a própria armadura pra aumentar a força da mesma… E volta e meia tem que juntar um verdadeiro pelotão de vários chars pra matar uns bichos medonhos e maus, muitooooooo maus… essas são as chamadas raids ou instâncias…

Mas eu não sabia de nada disso, só que de tantas discussões pelo Wow, eu resolvi me juntar ao inimigo. Sabe aquela frase, “se não pode com o inimigo, junte-se a ele”? Viciei no inimigo genteeeeeeeeeeeem ;). No ano passado, no niver do Tiego, nós já éramos casados, eu decidi criar a minha conta no WOW (ha, esqueci de comentar, tudo isso tem um custo, U$ 14,99 por mês). Juro, que faltou pouco essa criatura chorar de tanta felicidade…

Na hora de criar meu char, eu queria algo que fosse parecido comigo de alguma forma… acabei criando a própria Ane Caroline, uma gnominha warrior de cabelinhos vermelhos (agora não são mais, nem os dela, nem os meus) e dei a ela o nome de Tryshia. Algum tempo mais tarde e alguns levels a mais, ela ainda se tornou uma tank. Funciona mais ou menos assim, numa raid é necessário ter o tank que é quem fica na frente levando muiiiiiita porrada do bichão do mal, os dps que ficam dando suporte e batendo no bichão e os healers que ficam curando os tanks e os dps…

Nunca eu imaginei que a Tryshia seria tão igual a mim… pequenina (sim, eu tenho 1,60), levando muita porrada (a Tryshia dos bichões do mal e eu da vida), e warrior, ou seja uma guerreira que nunca desiste e tá lá sempre batalhando, haja o que houver… Por isso, o nome do blog é Gnoma Warrior, por que eu me identifico demais com a minha Tryshia…

Hãhã, é com prazer que apresento-lhes, Tryshia, a grande inspiração para esse blog…

Esperando o barco para Theramore, level 58

Esperando o barco para Theramore, level 58

Entenderam o por que do nome do blog ser Gnoma Warrior????

Até a próxima…

Published in: on 07/03/2009 at 19:40  Deixe um comentário  
Tags: ,